Recepção[retroceder]

Neste artigo podes encontrar toda a informação sobre o movimento de base, Recepção.


[ download do tutorial no tamanho original ]



INTRODUÇÃO
A recepção ou salto de Fundo é um salto vertical e horizontal descendente muitas vezes seguido de um movimento designado por "enrolamento", consistindo em saltar de um ponto mais alto para outro mais baixo, a trajectória horizontal é reduzida.


TÉCNICA
Apenas as pontas dos pés caem no chão. Nunca se deve aterrar um salto de fundo com os calcanhares, sob risco de lesão grave na coluna, joelhos e pés. É perfeitamente possível usar os braços para ajudar a amortecer o impacto com o solo. Regra geral, uma boa aterragem é uma aterragem silenciosa. O impacto é mais facilmente repartido gradualmente do que com uma pancada seca. Alguns traceurs recomendam não dobrar as pernas num ângulo superior a 90º porque os músculos irão ter uma performance inferior e as articulações irão sofrer uma pressão maior. Recomenda-se treinar as pernas, nomeadamente os quadricipedes, de qualquer forma, utiliza sempre o bom senso.

Existem dúvidas em relação a usar o enrolamento quando o salto é apenas vertical. Regra geral hão se utiliza mas depende inteiramente da situação e do traceur em questão.


QUE MÚSCULOS TREINAR
Os músculos das pernas e das costas irão ressentir-se quando se praticam estes saltos em demasia. Há que ter sempre em atenção que todo o corpo absorve impacto, e não apenas as pernas.

Para os iniciados o salto de fundo é muito perigoso a longo prazo para as articulações, mesmo que não se sinta dor no momento da execução, as cartilagens, ossos e articulações podem demorar meses ou anos a apresentar o desgaste sofrido.

O salto de fundo deve ser treinado com moderação, pois os seus benefícios são mínimos comparados com os problemas que podem causar. Este tipo de saltos a 2 metros de altura já são considerados prejudiciais. Treina-los com repetições é recomendado apenas com semanas de descanso entre treinos.

É normal ao inicio dos treinos de parkour ter dores nos pés, ao nível de tornozelos e mesmo nas plantas dos pés.

Deve-se ter em atenção que, se as dores persistem ao fim de algumas semanas deve-se sempre consultar um médico ou especialista.

Copyright © parkour Portugal. Todos os direitos reservados.